Dissidio Coletivo

Dissidio Coletivo

Quando queremos aumento de salário, vamos até nosso patrão e pedimos o aumento que desejamos. Quando queremos alguma modificação do nosso serviço, ou queremos sair do serviço para fazer outra coisa, também falamos com o patrão para ver o que ele aconselha ou se tem uma proposta melhor para que possamos analisar e resolver se ficaremos ou não no serviço.

publicidade:

Dessa mesma forma “conversando”, chegamos a maioria dos acordos entre o patrão e funcionário. Mas quando essa conversa não chega em um acordo acontece o chamado Dissidio Coletivo.

O que é o Dissidio Coletivo?

Existem muitas causas para acontecer um Dissidio Coletivo, mais a maior causa atualmente é a discussão sobre o valor do acerto quando o funcionário é despedido. Muitas das vezes o valor que a empresa oferece ao funcionário como acerto, não o satisfaz ou acha que está muito baixo.

publicidade:

Dessa forma o funcionário irá entrar em contato com a empresa, se ambos não entrarem em um acordo terão que recorrer para o Dissidio Coletivo. Existem duas naturezas de Dissidio Coletivo, sendo que uma é econômica e a outra jurídica. Sendo que basicamente ambas trabalham pela mesma finalidade, que é fazer um acordo entre o trabalhador e o patrão.

Mas o Dissidio Coletivo não é decidido de qualquer forma, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) mantém uma lei na qual o Dissidio deverá seguir para que o acordo seja totalmente legal.

publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *