Entenda as diferenças entre CDB e Renda Fixa

Entenda as diferenças entre CDB e Renda Fixa

Diferenças entre o CDB e renda fixa
Antes de investir, confira as diferenças entre o CDB (pré e pós-fixado) e a renda fixa.

Atualmente, muitos brasileiros preferem usar a comodidade de aplicar o dinheiro em uma poupança. No entanto, existem outras modalidades que podem se encaixar melhor no perfil do indivíduo, que ainda conseguir ter um retorno maior do que tivesse investido em uma poupança. Para te ajudar, nós separamos para você as diferenças de dois modos de investimentos que podem ser uma ótima escolha: o CBD (Certificado de Depósitos Bancários) e a Renda Fixa.

O que é cada um

No CBD (Certificado de Depósitos Bancários), as pessoas vão emprestar o dinheiro ao banco que vai remunerar o indivíduo de duas formas: pré-fixada (uma taxa combinada no início) e pós-fixada (geralmente ligado na taxa no qual os bancos se baseiam na SELIC para fazer as suas transações). No final do período do acordo entre os dois, o banco vai devolver o dinheiro investido mais juros. Na renda fixa, o dinheiro investido de várias pessoas é aplicado em tudo o que é considerado renda fixa, como os CDBs de bancos privados ou públicos.

publicidade:

As diferenças

Para facilitar o seu entendimento, nós separamos as principais diferenças entre o CDB e a renda fixa por duas categorias: liquidez e rentabilidade:

  • Liquidez: esse termo significa basicamente a capacidade de transformar o investimento em dinheiro rapidamente. No CDB de forma pré-fixada, o investidor pode perder a rentabilidade do mês caso não espere passar a data de aniversário. Já no Renda Fixa, não ocorre o mesmo problema porque a rentabilidade é diária. Observação: no CBD de forma pós-fixada geralmente a rentabilidade é diária;
  • Rentabilidade: no CDB de forma pré-fixada, a rentabilidade vai depender do prazo e do montante a ser investido. No caso da forma pós-fixada, o que vai valer é somente o montante que vai ser investido. Na renda fixa, a rentabilidade vai ser definida pela taxa de administração cobrada. Caso seja cobrado menos de 2%, a renda fixa vai apresentar uma rentabilidade maior que uma da poupança.

 

publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *