Inflação – O que é e como é calculada

Inflação – O que é e como é calculada

Realmente o mais barato se torna o mais caro! Esta é a definição real para Inflação que é quando há aumento nos preços dos produtos, e faz acaba “mordendo” o seu bolso mais e mais a cada dia. É quando há uma persistência no aumento generalizado do valor do produto, e quando está gerado há estabilidade. É basicamente dividida em inflação de demanda que é quando o produto disponível tem uma vinculação bem excessiva, no que pode aumentar a inflação devido a nova criação de empregos, por exemplo, para suprir a economia, ou a inflação de custo que é associada a oferta, onde o nível da demanda permanece estável e somente os custos aumentam. No Brasil, vários índices são usados para medir a inflação como o Índice Geral de Preços (IGP), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC)  e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que são calculados e medidos pelo Instituto Getulio Vargas, IBGE e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE)

Cálculos

Aproximadamente sete grupos são levados em consideração em relação aos cálculos da inflação, como os itens de alimentação, despesas pessoais, vestuário, transportes e comunicação, habitação, artigos para residência e saúde, sendo o item alimentação o de maior peso e os artigos para residência o menos relevante dentre as sete. A Inflação em cada região tem influencia diferente no calculo geral sendo que na região norte, o calculo é baixo já no sudeste o calculo é alto, sendo que todos os cálculos são filtrados pelo IBGE e só depois da certeza são lançados no sistema para comparação sendo que a diferença sendo alta ou baixa ainda é um fantasma principalmente para dona de casa.

publicidade:
Calculo do IPCA em 2011.

Hoje no país o limite Maximo para calculo do IPCA é de 7% que é uma meta oficial estabelecida pelo governo federal. Em 2011 o Brasil fechou com 6,5%. A inflação medida por este índice tem sido utilizada, nos últimos anos, como meta pelo Conselho Monetário Nacional, sendo que a meta atual perseguida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), formado por diretores e presidente do Banco Central, é de 4,5% com tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Além disso, este índice é importante por ser o indexador de um dos títulos públicos mais negociados. Algumas situações que fazem com que a inflação agrave ainda mais são as formas do exagero descontrolado na emissão de dinheiro ao governo, o aumento nos custos de produção como matéria-prima ou mão-de-obra para fabricação do produto e a o aumento do consumo no país.

 

publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *